Produtos Químicos Avançando em direção ao descarte zero de produtos químicos perigosos

Os produtos químicos estão por toda a parte em nossa vida diária. Não é de surpreender que eles também estejam presentes na fabricação e lavagem de roupas - desde ajudar no cultivo de matérias-primas como algodão até processos como tingimento ou como ingredientes chave nos produtos de lavanderia utilizados por nossos clientes. Na C&A, queremos garantir que os produtos químicos utilizados na fabricação de produtos C&A sejam seguros para as pessoas e para o planeta. Para conseguir isso, a C&A é membro fundador do ZDHC, uma coalizão de 23 marcas e varejistas globais com o compromisso compartilhado de não descartar produtos químicos perigosos em suas redes de fornecimento.

A cada ano demonstramos nosso compromisso público com as comunidades onde nossas roupas são produzidas – e com o Greenpeace – reportando em detalhes nosso progresso neste relatório detalhado. Com uma explicação completa de nossa abordagem à gestão de produtos químicos e do progresso que fazemos, também apresentamos os desafios que enfrentamos. Os dados de desempenho anual também estão disponíveis nas auditorias de produtos químicos e de teste periódico de água residual que realizamos como parte de nosso programa de Gestão Sustentável de Produtos Químicos (SCM).

Leia nosso compromisso público com a ZDHC


Nossa abordagem à Gestão de Produtos Químicos Sustentáveis

A abordagem holística da C&A à gestão de produtos químicos gira em torno de três áreas:

  1. Gestão de insumos - identificar produtos químicos mais seguros, estimular sua adoção e eliminar o uso de produtos químicos perigosos.
  2. Gestão de processos - avaliar e verificar os sistemas e o desempenho da gestão de produtos químicos no local.
  3. Gestão de saída - validar a eliminação de produtos químicos perigosos das águas residuais e divulgar publicamente o nosso desempenho.

Reconhecemos que nossa visão de uma rede de fornecimento com descarte zero de produtos químicos perigosos não pode ser alcançada isoladamente. Somente com os esforços da indústria, incluindo marcas, ONGs, acadêmicos, fornecedores de produtos químicos e fabricantes, podemos promover mudanças permanentes. Dentro de cada uma das três áreas acima, a C&A concentrou-se no desenvolvimento de padrões, ferramentas e metodologias da indústria, como nossos esforços no desenvolvimento do Higg 3.0 Facility Environmental Module (FEM) - da Sustainable Apparel Coalition - e do ZDHC Gateway.

Também criamos um Padrão Mínimo de Desempenho como uma ferramenta para comunicar nossas expectativas em relação à gestão de produtos químicos à nossa rede de fornecimento. Todas as nossas instalações no âmbito do programa de SCM recebem uma classificação que as incentiva a atender ou fazer correções para garantir que as expectativas sejam atendidas. O Padrão é atualizado anualmente para impulsionar a melhoria contínua em direção ao ZDHC.


Gestão de insumos

A gestão de insumos é a base do programa de SCM. O objetivo da gestão de entrada é simples: os fornecedores da C&A devem adquirir produtos químicos que atendam aos requisitos do ZDHC. Na prática, isso significa triagem e teste de produtos químicos em relação às exigências da Lista de Substâncias Restritas na Produção (MRSL) do ZDHC e registro dos resultados no ZDHC Gateway. O Gateway atua como um banco de dados global para uma química mais segura para os fornecedores da C&A e para o setor como um todo.

Para apoiar a identificação de uma química mais segura, a C&A implementa um programa de Triagem Química baseado em riscos com várias outras marcas para identificar os melhores produtos químicos e as melhores alternativas. Junto com o ZDHC Gateway, entregamos aos nossos fornecedores informações sobre produtos químicos mais seguros para que eles possam tomar decisões informadas ao adquirir produtos químicos.

Também estamos trabalhando globalmente para engajar os principais fornecedores e fabricantes de produtos químicos e aumentar a sua conscientização sobre o ZDHC e suas exigências, com o objetivo de aumentar o conhecimento sobre química mais segura e impulsionar a pesquisa e a inovação para encontrar alternativas adequadas.
 

Gestão de processos

A gestão de processos é essencial para garantir que cada um de nossos parceiros da rede de fornecimento tenha o pessoal, os sistemas de gestão, as ferramentas e o conhecimento necessários para atender às exigências do ZDHC. Para isso, desenvolvemos a Auditoria de SCM, na qual enviamos especialistas técnicos para cada uma de nossas unidades de processos molhados para avaliar seu atual nível de desempenho e criar um plano de ação conjunto para estimular a melhoria contínua.


Gestão de Saída

A C&A está comprometida em divulgar publicamente seu progresso rumo ao ZDHC. Realizamos testes regulares de águas residuais em nossas unidades de produção em relação às Diretrizes de Águas Residuais do ZDHC para validar a eliminação de produtos químicos perigosos. Ao testar água residual não tratada para os produtos químicos listados na MRSL do ZDHC, validamos a eliminação de produtos químicos perigosos em instalações individuais. Se uma detecção for encontrada, um plano de eliminação é criado com a instalação para substituir o produto químico por uma alternativa sustentável dentro do prazo mais curto possível.

Além disso, todos os fornecedores da C&A comunicam publicamente os resultados de seus testes de águas residuais no site do Institute of Environmental Affairs (IPE), bem como no ZDHC Gateway. Isso garante que todas as partes interessadas relevantes tenham acesso ao progresso que obtemos a cada ano.


Capacitação

Treinamos nossos fornecedores para entender porque a gestão de produtos químicos é importante e o que ela envolve, e a desenvolver a infraestrutura de que eles precisam para reduzir esse impacto. Essa capacitação abrange muitas áreas distintas, mas inclui treinamento sobre quais produtos químicos utilizar, como selecionar as melhores alternativas e como administrar de forma segura produtos químicos em suas operações.

Especialistas locais realizam visitas frequentes para fornecer qualquer apoio necessário e avaliar o progresso e os cronogramas das correções como parte de nosso processo de plano de ações corretivas (CAP). A C&A também realiza reuniões regulares em nossos escritórios locais, em nível operacional para discutir problemas comuns na rede de fornecimento e desenvolver soluções, e também em nível da alta administração e do proprietário para aumentar a conscientização sobre as nossas exigências.

Trabalho em conjunto rumo ao descarte zero de produtos químicos perigosos

O programa de SCM foi fundamentado na colaboração. Desde o início, percebemos que nenhuma marca pode atingir descarte zero de produtos químicos perigosos isoladamente. Para conseguir isso, a C&A é membro fundador da Zero Discharge of Hazardous Chemicals Foundation, criada em 2012 com o objetivo de eliminar o uso de produtos químicos prioritários por meio das seguintes medidas:

  • Desenvolver e atualizar a Lista de Substâncias Restritas na Produção (MRSL) e acompanhar a orientação referente à conformidade.
  • Identificar alternativas mais seguras para produtos químicos que forem incluídos na LSRP.
  • Desenvolver um sólido processo de avaliação de produtos químicos.
  • Monitorar a qualidade da água residual proveniente das unidades de produção e reportar publicamente os resultados.
  • Trabalhar pela total transparência do descarte de produtos químicos em nossa rede de fornecimento.
  • Empoderar nossos fornecedores, por meio de capacitação e treinamento, para que abracem a meta de zerar o descarte de produtos químicos perigosos.
     

Ao utilizar nossa escala e porte globais para entregar resultados nessas seis áreas, nossa empresa está indo além da conformidade. Estamos, em última análise, procurando normalizar as boas práticas nas fábricas da C&A e no restante do setor.

A C&A mantém contato com as partes interessadas do setor, como o Institute of Public and Environmental Affairs (IPE). Como parte desse compromisso, a C&A examina regularmente a nossa rede de fornecimento em busca de violações ambientais listadas no site do IPE e trabalha em conjunto para incentivar correções em toda a nossa rede de fornecimento na China.
 

Trabalho com a C&A Foundation para incentivar melhorias

A C&A Foundation reúne marcas, iniciativas e pessoas que, coletivamente, têm o poder de criar uma indústria de moda justa e sustentável. Uma área central do Instituto é a Moda Circular, incluindo produtos químicos. A C&A Foundation trabalha intensamente com o ZDHC para acelerar, dimensionar e impulsionar ainda mais o impacto da eliminação do uso de produtos químicos perigosos em redes de fornecimento globais de vestuário e calçados.

A fundação possui três áreas de atuação ativas no ZDHC:

  1. ZDHC Gateway – Módulo de Águas Residuais. Uma das barreiras para uma melhor gestão de produtos químicos é a falta de dados para informar e incentivar a melhoria das águas residuais. O Módulo de Águas Residuais é uma plataforma de divulgação de informações sobre descarte de águas residuais que ajuda as fábricas a divulgar informações precisas e oportunas, permite que as marcas monitorem o progresso em toda a rede de fornecimento e demonstra a responsabilidade das partes interessadas do setor.
  2. Plano de crescimento estratégico de cinco anos. Este plano permitirá que o ZDHC priorize ações e documente marcos importantes, apoiando sua visão de “ampla implementação de química sustentável e melhores práticas nas indústrias têxtil, de couro e de calçados para proteger os consumidores, trabalhadores e o meio ambiente”.
  3. Ferramenta ZDHC InCheck. Os fornecedores nem sempre sabem como ter acesso a produtos químicos alternativos para seus processos de produção. Esta ferramenta permite que os fabricantes criem e atualizem um inventário de produtos químicos, concluam uma autoavaliação e forneçam produtos químicos melhores.

A C&A Foundation também apoia o MaterialWise, uma colaboração de cadeia de valor de vários setores liderada pelo Cradle to Cradle Product Innovation Institute. O MaterialWise é um banco de dados de dados verificados de produtos químicos perigosos que permitirá que fornecedores, fabricantes e marcas promovam uma melhor química no design e na fabricação de produtos.

Nosso desempenho em 2017

O Programa de SCM da C&A cobre 81% do nosso volume de negócios global, desde nossas unidades de processamento úmido no nível 1 e nível 2 até todas as tecelagens nomeadas. Até hoje, o nosso programa de SCM alcançou os seguintes resultados:

  • 348 auditorias de gestão de produtos químicos realizadas
  • 348 planos de ações corretivas criados que visam a atender às exigências do programa de SCM
  • Mais de 500 testes de águas residuais realizados para identificar produtos químicos perigosos em nossa rede de fornecimento
  • 600 funcionários da nossa rede de fornecimento concluíram um treinamento externo de dois dias sobre gestão de produtos químicos e águas residuais
  • 17 especialistas dedicados da C&A trabalhando para eliminar produtos químicos perigosos de nossa rede de fornecimento
  • Mais de 750 visitas às fábricas concluídas pela equipe de SCM para avaliar o progresso e abordar problemas para atender às exigências
  • 1 parceiro estratégico para analisar o desempenho na rede de fornecimento da C&A, por meio de auditorias em produtos químicos e testes de águas residuais, e melhorar a capacitação para permitir a realização dos objetivos do programa de SCM globalmente

O padrão mínimo de desempenho de SCM da C&A, apresentado no final de 2017, é um mecanismo de pontuação holístico que agrega de forma transparente o desempenho das instalações em relação aos três pilares do programa: Insumos, Processo e Saída. O padrão também cobre correções, para garantir que as instalações trabalhem continuamente para melhorar seu desempenho.

Os requisitos listados no padrão são categorizados conforme segue: Tolerância Zero, Crítico e Principal. Dependendo do número de requisitos atendidos, cada instalação recebe uma pontuação que varia de Ouro a Inaceitável.


Desempenho da Gestão de Produtos Químicos Sustentáveis 2017

Classificação

Número de unidades de produção

% de unidade de produção

Ouro

0

0%

Prata

10

4%

Bronze

60

25%

Precisa Melhorar

167

71%

Inaceitável

0

0%

Total:

237

100%

2017 representa o primeiro ano em que nossas instalações receberam uma pontuação de desempenho de SCM, com base em um padrão que foi comunicado durante o segundo semestre do ano. Como tal, os resultados acima representam as instalações que foram avaliadas em relação ao novo padrão pela primeira vez. 29% das instalações já atendiam aos nossos requisitos, e as instalações restantes receberam um prazo claro para melhorar seu desempenho, a fim de garantir que possam continuar trabalhando com a C&A. Nosso foco em 2018 será aumentar a conscientização, desenvolver expertise e conhecimento e fornecer suporte técnico especializado para elevar o desempenho dessas instalações. O Padrão de Desempenho Mínimo de SCM se torna mais rigoroso a cada ano, de modo que as instalações serão responsáveis pelos novos requisitos de 2018, bem como pelas correções em relação ao padrão de 2017.


Gestão de insumos

Fizemos progresso significativo em 2017 para entender melhor os desafios da gestão de insumos, bem como para avançar as soluções do setor.

Ao longo de 2017, a C&A conduziu um projeto piloto para entender melhor quais produtos químicos nossos fornecedores compram e de onde eles vêm. O projeto, conduzido em 31 instalações em todo o mundo, revelou uma extensa e complexa rede de fornecimento de produtos químicos. Estas instalações são abastecidas por 557 fabricantes de produtos químicos e adquiriram 4.365 produtos químicos. Um dado bastante animador é que metade desses produtos químicos já apresentava resultados de conformidade química, demonstrando que atendem aos padrões de ZDHC.

Em 2017, o ZDHC lançou o Gateway, um banco de dados global de produtos químicos mais seguros que permite aos fabricantes de produtos químicos compartilhar com segurança informações sobre produtos químicos com marcas e fornecedores de têxteis, calçados e couro, de acordo com os padrões da ZDHC. O número de produtos químicos registrados no ZDHC Gateway continua sendo um desafio - no entanto, ele continua a crescer diariamente como o local ideal para identificar produtos químicos mais seguros. A C&A continua envolvida e incentivando fornecedores e fabricantes de produtos químicos a registrar seus produtos químicos no Gateway para permitir a ampla adoção de produtos químicos mais seguros.

Isso demonstra por que a colaboração no setor é essencial. Se 31 instalações são abastecidas por 557 fabricantes de produtos químicos, precisamos de uma resposta ampla para enviar um sinal claro para nossa rede de fornecimento. O ZDHC Gateway pode se tornar o canal para esse fim e se tornará o ponto focal do nosso programa de SCM em 2018.
 

Gestão de processos

Em 2017, a C&A auditou 237 instalações pela primeira vez utilizando sua Auditoria de SCM. A auditoria, que funciona como um trampolim para o Higg 3.0 Facility Environmental Module (FEM), uma vez adotada, avaliará o sistema e o desempenho da gestão de produtos químicos no local.

A auditoria cobre os seguintes aspectos:

  • Sistemas de Gestão Ambiental
  • Consumo de Energia
  • Uso de Água
  • Água Residual
  • Gestão de Resíduos
  • Gestão de Produtos Químicos

Em 2017, a C&A continuou a se concentrar na expansão do escopo de SCM, com muitas instalações auditadas em relação aos padrões da C&A / ZDHC pela primeira vez.

As cinco principais não conformidades identificadas em 2017 foram:

  1. Instalação não gerencia adequadamente os resíduos perigosos (inclusive lodo).
  2. Instalação não implementa um plano para o manuseio, uso, armazenamento e descarte adequados de produtos químicos.
  3. Instalação não conduz uma avaliação de risco de produtos químicos para todos os produtos químicos utilizados.
  4. Instalação não possui uma política de monitoramento e controle de substâncias proibidas e restritas para todos os produtos químicos utilizados na instalação.
  5. Instalação não dispõe de um plano de eliminação progressiva dos produtos químicos listados na MRSL / RSL utilizados na produção.

Muitas das questões acima estão relacionadas ao fato de a auditoria estar sendo feita pela primeira vez nas várias instalações. Uma vez identificadas todas as não conformidades, a equipe de SCM trabalha com a instalação para implementar um plano de ação corretiva e fornecer suporte técnico sempre que necessário. Até o momento, o Programa de SCM da C&A criou mais de 300 planos de ação corretivos que contribuem para a eliminação de produtos químicos perigosos.

Um grande desafio na gestão de processos continua sendo a lacuna existente entre habilidade e conhecimento. Depois dos resultados de nossas avaliações e auditorias contínuas, agora temos maior percepção do nível de capacitação em gestão de produtos químicos necessário em nossa rede de fornecimento. A maioria dos moinhos, lavanderias e estamparias com quem trabalhamos tem somente um entendimento básico dos problemas relativos a produtos químicos, e a falta de habilidades e informações faz com que sejam necessárias mudanças em seus sistemas. Nosso foco em desenvolvimento de treinamento e infraestrutura destina-se a superar esse desafio.

Outro desafio são os recursos de terceiros. Embora alguns bons progressos estejam sendo feitos - particularmente em relação ao módulo Índice Higg 3.0 – os recursos de terceiros com relação à auditoria de produtos químicos e teste de água residual ainda são incipientes. Os altos custos e a falta de recursos e colaboração estão atualmente retardando o tipo de evolução que precisamos para cumprir nossas metas como setor.
 

Gestão de saída

Em 2017, a C&A conduziu testes de águas residuais em 234 instalações em 14 países, utilizando a metodologia listada nas Diretrizes de Águas Residuais do ZDHC. A C&A testa amostras de águas residuais em três pontos: entrada de água, água residual não tratada e água residual descartada.


Detecções de água residual por grupo de produtos químicos e ponto de amostragem

A C&A usa a amostra de águas residuais não tratadas para validar a conformidade da instalação com a MRSL do ZDHC. Ftalatos e alquilfenol (AP) e etoxilados de alquilfenol (APEOs) são os grupos químicos detectados com mais frequência neste ponto de amostragem com 65 e 63 detecções, respectivamente. No entanto, é importante notar que eles são também os produtos químicos detectados com mais frequência em águas contaminadas, com 33 e 39 detecções respectivamente.

Aplicamos a abordagem “fábrica limpa”, incentivando a eliminação de produtos químicos perigosos em toda a produção para todas as marcas, e não apenas a produção da C&A. A partir de 2018, todas as nossas instalações serão obrigadas a divulgar seus relatórios de teste de águas residuais no site do IPE e no ZDHC Gateway.

Próximos passos

Gestão de insumos

A C&A continuará a mapear sua rede de fornecimento de produtos químicos para entender melhor quais produtos químicos estão sendo utilizados e de onde eles vêm. Além disso, trabalharemos com fornecedores químicos importantes para incentivar a adoção do ZDHC Gateway. Também começaremos a estabelecer exigências sobre o uso de produtos químicos registrados no Gateway para nossa rede de fornecimento a partir de 2019. O foco em 2018 é a preparação para essas exigências e o preenchimento do Gateway.

Ao longo de 2018, também implantaremos o piloto ZDHC InCheck. O InCheck é uma ferramenta que padronizará a abordagem do setor quanto ao monitoramento de insumos químicos. Ao coletar o inventário de produtos químicos de uma instalação e compará-lo com produtos químicos mais seguros listados no ZDHC Gateway, ela identificará o nível de conformidade da instalação com a MRSL. Cada instalação receberá um relatório da InCheck, que será utilizado pela C&A para identificar e gerenciar o progresso em direção à eliminação de produtos químicos perigosos.


Gestão de processos

A C&A continuará estimulando o impacto. Muitas das instalações auditadas pela primeira vez em 2017 receberão suporte técnico especializado para corrigir todos os principais problemas. Também iniciaremos o processo de adoção do SAC Higg FEM 3.0 com adoção total prevista para 2019. Uma vez concluído esse processo, a Auditoria de SCM da C&A se tornará redundante na medida em que continuamos a adotar padrões e ferramentas do setor.

Continuaremos também a implantar a Capacitação de SCM para garantir a eliminação da lacuna de habilidade e conhecimento existente na rede de fornecimento têxtil hoje.


Gestão de saída

O teste de águas residuais serve como validação de que estamos progredindo em direção ao ZDHC. Com muitas instalações tendo realizado seu primeiro teste de águas residuais em 2017, o foco agora está na análise da causa raiz - identificar a falha na detecção de produtos químicos na sua fonte original e procurar alternativas. A C&A continuará criando planos de eliminação progressiva para cada instalação com uma detecção e as ajudará a encontrar alternativas por meio do ZDHC Gateway.

Ao mesmo tempo, continuamos comprometidos com a divulgação pública dos resultados dos testes de águas residuais e adotaremos o Módulo de Águas Residuais do ZDHC Gateway no lançamento. Esta plataforma, financiada pela C&A Foundation, serve como um portal global para os resultados verificados de águas residuais testadas em relação às Diretrizes de Águas Residuais do ZDHC. Ela oferece aos fornecedores (instalações fabris) uma maneira fácil de divulgar dados seguros e verificados sobre lodo e águas residuais a seus clientes (marcas/varejistas), reduz testes desnecessários e se concentra na melhoria da qualidade do descarte.


Desenvolver produtos que permitam zerar o descarte de produtos químicos perigosos

A nossa visão é que o setor global de vestuário se torne um sistema circular, onde as roupas sejam concebidas considerando seu próximo ciclo de vida. Nossas camisetas com certificação Cradle-to-CradleTM nível GOLD desempenham um papel fundamental na certificação de produtos químicos seguros. Esses produtos são desenhados e produzidos com menos produtos químicos e produtos químicos mais seguros e complementam a nossa abordagem geral para melhorar a gestão de substâncias químicas, demonstrando que o descarte zero de produtos químicos perigosos é possível.

Leia mais sobre o nossos produtos com a certificação Cradle-to-Cradle Certified™

C&A logo

You have arrived at the English language version of this site.