Como reportamos Principais normas do setor e uma visão equilibrada

2016 marca o segundo ano de apresentação do nosso relatório nos termos da Plataforma Global de Sustentabilidade para 2020. A C&A está alinhada em torno de nossas metas globais de sustentabilidade e continua a fazer progressos em direção ao ano de 2020. Clique aqui para acessar o nosso Relatório Global de Sustentabilidade de 2015.

newborn collection

 

Sobre o nosso relatório

Elaboramos este relatório de acordo com as diretrizes Global Reporting Initiative (GRI) G4 Core, os 10 princípios do Pacto Global das Nações Unidas e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU (ODSs).

Todos os dados, salvo indicação do contrário, referem-se ao nosso desempenho global no ano de 2016. Nossos dados são baseados em fatos científicos; na ausência destes, adotamos uma abordagem conservadora. 2015 é o ano-base para mensurar o progresso em relação as nossas metas. Sempre que possível, comparamos nosso desempenho com os anos anteriores e apresentamos números regionais e globais. Também tentamos apresentar uma visão mais equilibrada; para cada tema principal, falamos sobre nossos desafios, bem como sobre o progresso obtido.

Escopo e limites dos relatórios

Como empresa de capital fechado, não apresentamos informações sobre o nosso desempenho econômico. Esforçamo-nos para informar todas as outras divulgações padrão, conforme especificado nas diretrizes G4.

Apresentamos informações sobre toda a nossa rede de valor, a menos que especificado de outra forma. Trabalhamos com nossos fornecedores de níveis 1 e 2 para divulgar informações, quando disponíveis. Estamos trabalhando em estreita colaboração com os parceiros da rede de fornecimento para criar um vínculo mais próximo entre agricultores e grupos agrícolas e nossa rede de fornecimento de níveis 3 e 4.

Incerteza

Esforçamo-nos para fornecer dados exatos e precisos. No entanto, existem incertezas inerentes em determinados dados. Todos os nossos dados foram coletados e consolidados com o Credit 360. Os dados foram validados internamente por especialistas no assunto. Utilizamos métodos de Avaliação do Ciclo de Vida (ACV) de última geração para calcular as emissões de gases de efeito estufa e os dados de uso da água, no entanto, as incertezas podem aumentar devido às premissas utilizadas no modelo.

Leia mais sobre o nosso trabalho de avaliação do ciclo de vida

Utilizamos algoritmos baseados em dados para determinar as estimativas máximas e mínimas para a nossa pegada de carbono, com um desvio padrão de 913 toneladas (escopo 1), 7256 toneladas (escopo 2) e 1,7 mega toneladas (escopo 3), respectivamente. Em todos os casos, usamos a melhor decisão razoável e as normas da indústria para coletar, consolidar e validar nossos dados.

Padrões de prática

 

Ao coletar dados ou calcular impactos, usamos apenas diretrizes e normas desenvolvidas e reconhecidas pelo setor ou pelos múltiplos stakeholders:

  • Dados de funcionários - Foram coletados de nossos sistemas de Recursos Humanos. As práticas seguem as normas do setor relativas à identificação de gênero, níveis de administração e tipos de contratos. Mais de 25.000 pessoas participaram da pesquisa de engajamento de funcionários, realizada por uma empresa terceirizada independente para garantir anonimato e confidencialidade.
  • Dados sobre algodão e matérias-primas – Foram coletados de nossos sistemas internos sobre colocação e venda de pedidos.  
  • Dados sobre clima e pegada de carbono – Foram coletados a partir de dados financeiros fundamentais e modelados usando métodos híbridos e de ACV de entrada/saída usando o software SimaPro da Aligned Incentives. Todos os métodos cumprem os padrões do 'WBCSD/WRI Greenhouse Gas Protocol Corporate Accounting and Reporting Standard' e do 'Corporate Value Chain (Scope 3) Accounting and Reporting Standard'. No caso da pegada hídrica, aplicamos a metodologia híbrida de ACV da Aligned Incentives e a metodologia da Water Footprint Networks para impactos em água verde, azul e cinza.
  • Dados do cliente – Foram coletados a partir de entrevistas com 6.000 consumidores em nossos principais mercados. A pesquisa foi desenvolvida e analisada pela GlobeScan.
  • Informações sobre direitos humanos - Trabalhamos para identificar questões de direitos humanos por meio de nossos processos internos de SSC e empregando terceirizadas, como a consultoria Deloitte para realizar análises independentes. Nossa due diligence de direitos humanos segue as Diretrizes da ONU para Empresas e Direitos Humanos.
  • Dados sobre produtos químicos - As auditorias são conduzidas por nossa equipe de compliance, que avalia 100% das unidades de produção de nossos fornecedores e realiza aproximadamente 3.500 auditorias por ano.
  • Materialidade - Nossa análise cumpre à definição da GRI de materialidade. Não utilizamos a definição da International Accounting Standards Board (IASB) na determinação de aspectos relevantes. Reavaliamos a materialidade anualmente. Os aspectos relevantes do nosso trabalho não foram modificados entre 2015 e 2016. Por favor, veja nossa avaliação de materialidade de 2015 aqui.

O que queremos dizer quando dizemos que…

A C&A é uma organização de compras e varejo; não possuímos fábricas próprias. É importante entender o que queremos dizer quando usamos os seguintes termos:

  • C&A, a empresa, nós ou nosso - Refere-se às entidades jurídicas próprias pertencentes à marca C&A. A menos que especificado de outra forma, os termos referem-se a todos os mercados de varejo e de fornecimento para a C&A. Eles não se referem à nossa holding, à COFRA Holding AG ou a qualquer uma das suas subsidiárias não relacionadas à C&A.
  • C&A Foundation – A C&A Foundation é uma fundação corporativa privada associada à marca C&A. O seu trabalho apoia toda a indústria de vestuário, da qual a C&A faz parte.
  • Fornecedores – Refere-se a terceiros independentes com os quais temos uma relação contratual. Nossos fornecedores operam seus próprios negócios e gerenciam fábricas.
  • Fábricas ou Unidades de Produção (PUs) – Estes são os locais onde as peças de vestuário são produzidas sob o controle de nossos fornecedores contratados.
  • Time Global de Sustentabilidade - Inclui nossa equipe de liderança, composta por nossos principais líderes internos em sustentabilidade e nossos colegas do mercado das regiões. Essa equipe é encarregada da estratégia global de sustentabilidade e pelas políticas que regem a nossa gestão de riscos e compliance.
  • Sustainable Supply Chain (SSC) - Refere-se ao braço de auditoria social e ambiental que se reporta ao Diretor de Sustentabilidade e ao Diretor de Sourcing na Europa. A SSC é regida pela supervisão de segunda e terceira parte. 
  • Sustainable Chemicals Management (SCM) - Refere-se ao programa e à equipe responsável pela implementação do nosso compromisso com o Descarte Zero de Produtos Químicos Perigosos (ZDHC) até 2020.

Transparência

Acreditamos que ser transparente ajuda a gerar melhores práticas em todo o setor. A transparência é importante para nossos grupos de stakeholders e está se tornando cada vez mais importante para nossos clientes. Neste relatório, tentamos cobrir não apenas o progresso positivo e as análises detalhadas da nossa rede de fornecimento, mas também os desafios enfrentados ao longo do caminho.

Nesse contexto, ficamos em 28º lugar entre 198 marcas, incluindo 734 de seus fornecedores, que foram avaliadas no terceiro Índice Anual de Transparência da Informação Corporativa (Corporate Information Transparency Index - CITI).

Colaboramos e compartilhamos informações com nossos parceiros, fornecedores e outras marcas. No ano passado, publicamos a lista de fábricas de nossos fornecedores de nível 1. Neste ano de 2017, publicamos as listas de fábricas de nível 1 e 2 de nossos fornecedores na Europa, Brasil, México e China. 

Para obter a lista completa das fábricas de nossos fornecedores, leia mais aqui

C&A logo

You have arrived at the English language version of this site.