Algodão Orgânico Certificado  Uma meta fundamental de negócio

O algodão orgânico está no centro da nossa estratégia de materiais sustentáveis há mais de 10 anos. É um material significativamente melhor para o meio ambiente e para as pessoas que trabalham com ele. Agora, à medida que avançamos em direção às nossas metas para 2020, continuamos empenhados em comprar e vender algodão orgânico e assumir um papel mais forte no apoio ao setor de algodão orgânico.

newborn collection

 

O algodão orgânico protege a qualidade do solo, a biodiversidade e o abastecimento hídrico, evitando a poluição da água. O material também é mais seguro para os agricultores e para a saúde de suas comunidades. Em 2016, pela quarta vez, a C&A foi nomeada o maior consumidor mundial de algodão orgânico no Organic Cotton Market Report da Textile Exchange. Ao longo do ano, 33% dos produtos de algodão que vendemos no mundo foram confeccionados em algodão orgânico. Do produtor ao fabricante de roupas, nossa rede de fornecimento de algodão orgânico é certificada pela Organic Content Standard (OCS) ou pela Global Organic Textile Standard (GOTS) e nunca é misturado com algodão convencional. Assim, sempre que você encontrar em uma de nossas lojas um produto com o nosso selo BIO Cotton, você terá a garantia da OCS e da GOTS de que a rede de fornecimento do algodão foi cuidadosamente verificada e monitorada diretamente, desde a origem até o produto final.

Nosso desempenho em 2016

Aumento de nossas vendas de algodão orgânico certificado

Em 2016, mais de 33% das roupas que vendemos foram fabricadas com algodão orgânico certificado. Ao oferecermos roupas mais sustentáveis e comunicar os benefícios aos nossos clientes, continuamos a ajudar a impulsionar a demanda de algodão orgânico. É importante observar que começamos a consolidar os volumes globais de algodão orgânico em todos os mercados varejistas em 2015. Antes disso, somente informações sobre os volumes orgânicos certificados na Europa eram disponibilizadas.

Vendas históricas de algodão orgânico (em milhões de peças)

Percentual de algodão orgânico no total de algodão adquirido

Redução de nosso impacto

Em 2016, a Textile Exchange estimou que a C&A, com a compra de algodão orgânico, economizou 133,8 bilhões de litros de água, impediu a utilização de 123 toneladas de pesticidas e melhorou o solo em mais de 136 mil hectares de terra.

Continuidade de nosso trabalho para o fortalecimento do setor

Continuamos nossas parcerias com ativistas do setor, como a C&A Foundation e a Organic Cotton Accelerator ao longo de 2016, para ajudar a fortalecer e proteger o setor de algodão orgânico.

Criação de oferta e demanda: nossa linha de algodão orgânico ‘For the Planet’ na China

Cerca de 90% do algodão orgânico que usamos vem da Índia, e expandimos nosso trabalho com algodão orgânico para a China. Trabalhando com a C&A Foundation e a ONG Rare, de conservação do meio ambiente, criamos oferta e demanda de algodão orgânico em um mercado que ainda precisa ser desenvolvido.

Leia mais sobre a experiência na China

Colaboração para enfrentar os desafios do mercado

Menos de 1% do algodão produzido em todo o mundo é orgânico e o setor enfrenta desafios como falta de disponibilidade e de acesso a sementes de qualidade que não sejam geneticamente modificadas (OGM), poucos incentivos para os agricultores, acesso limitado ao mercado e falta de rastreabilidade e transparência da rede de fornecimento. Apesar da crescente demanda de algodão orgânico, os agricultores estão deixando de produzi-lo devido a questões como acesso a sementes de qualidade e obtenção de renda e acesso ao mercado durante a fase de transição das práticas da agricultura convencional para a orgânica. A menos que tais questões sejam abordadas, todo o setor está em risco. Continuamos nosso trabalho para fortalecer o setor de algodão orgânico, trabalhando com parceiros confiáveis para criar uma visão comum para o setor.

Desde 2014, apoiamos a Organic Cotton Accelerator (OCA), que visa criar um mercado de algodão orgânico que beneficie todos, do agricultor ao consumidor. A C&A é sócia fundadora e a C&A Foundation forneceu suporte financeiro básico nos primeiros quatro anos. Com nossos colegas membros da OCA - marcas, varejistas, organizações sem fins lucrativos e empresas sociais - estamos trabalhando para encontrar as melhores maneiras de fortalecer o setor de algodão orgânico e apoiar uma oferta e demanda saudáveis. Os planos incluem:

  • Fazer com que sementes melhores estejam disponíveis.
  • Aperfeiçoar o business case.
  • Promover as melhores práticas em toda a rede de fornecimento de algodão orgânico. 
  • Melhorar a integridade e a transparência do mercado.

Nossa parceria com a C&A Foundation está ajudando agricultores de algodão orgânico

Além de financiar a OCA, a C&A Foundation está apoiando os agricultores do setor orgânico por intermédio de parceiros como CottonConnect, Rare, ASA, WWF e a Aga Khan Foundation. Em 2016, a C&A Foundation forneceu €6,8 milhões a programas sociais e ambientais na Índia, China e Paquistão. Toda iniciativa destina-se a melhorar os rendimentos e os meios de subsistência dos agricultores e a contribuir com o meio ambiente e as comunidades locais. Em 2016/2017, a C&A Foundation ajudou 28.279 agricultores a adotar práticas de cultivo de algodão orgânico.

Em nossa importante jornada rumo a um algodão mais sustentável, formamos a CottonConnect. A CottonConnect foi criada pela C&A, Shell Foundation e Textile Exchange em 2009 para ajudar os pequenos agricultores a migrar da agricultura convencional de alto impacto para métodos mais sustentáveis. A iniciativa foi idealizada para conectar os agricultores ao mercado internacional de algodão e ajudar a incentivar os varejistas a comprar algodão mais sustentável de pequenos proprietários. Devido à nossa visão compartilhada de levar um algodão mais sustentável para o mercado, a CottonConnect está trabalhando em toda a indústria, ajudando 16.240 agricultores de algodão a adotar práticas de cultivo orgânico.

Leia aqui sobre a CottonConnect

newborn collection

 

Próximos passos

Apoio ao setor

Apesar da crescente demanda de algodão orgânico, os agricultores estão abandonando esse tipo de produção e as marcas estão enfrentando cada vez mais dificuldade para encontrar a qualidade e a quantidade certas de algodão orgânico [Fonte: OCA]. As iniciativas do setor deverão se alinhar a normas globais para fornecer a visão e o estímulo necessários para a indústria prosperar. Estamos trabalhando arduamente com a Organic Cotton Accelerator (OCA) para analisar nossas práticas de fornecimento, a disponibilidade de sementes que não sejam geneticamente modificadas e a garantia de que os agricultores se beneficiarão de nossas compras. Também apoiamos a Call for Collective Action da OCA para acelerar o desenvolvimento e a realização de uma visão e pauta unificadas para o setor. É somente por meio de ações coletivas que poderemos capitalizar o entusiasmo existente pelo algodão orgânico e garantir que juntos podemos fortalecer esse setor promissor.

Engajamento os clientes: linha de algodão orgânico certificado na Europa

O lançamento de nossa campanha de algodão orgânico certificado aconteceu no primeiro semestre de 2017 em todas as nossas lojas na Europa. A campanha foi feita em lojas, on-line e via redes sociais. Seu intuito é a nossa conexão com os clientes como o maior varejista do mundo em termos de algodão orgânico.

Leia mais sobre algodão orgânico certificado e outras campanhas para clientes

Fazemos todo o possível para assegurar que o algodão orgânico certificado que compramos seja realmente orgânico

Fazemos todo o possível para garantir nossa proposta - indo além da certificação e do que é exigido legalmente, com um rigoroso processo de due diligence e avaliação de terceiros para garantir a credibilidade do nosso algodão orgânico. As verificações complementares realizadas em nossa rede de fornecimento incluem o mapeamento da rede, a indicação da fiação, o treinamento do agricultor e da rede de fornecimento e testes para Organismos Geneticamente Modificados (OGM). Atualmente, somos a única marca que examina o algodão para descobrir se há contaminação de OGM na fazenda (com a ajuda da CottonConnect), no nível da fiação e no produto final. Em 2017, continuaremos esse trabalho porque nos ajuda e ajuda nossos parceiros da rede de fornecimento a melhorar.

Estudo de caso

Criação de oferta e demanda de algodão orgânico na China

O apoio ao cultivo do algodão orgânico em todo o mundo é um compromisso fundamental da C&A e da C&A Foundation. Sherrie Liu, Gerente de Marketing, e Raymond Lai, Gerente Sênior de Sourcing de Produtos da C&A na China, falam sobre o trabalho em conjunto para lidar com a produção de algodão orgânico em um país com pouca ou nenhuma demanda desse material.

newborn collection

Atualmente, a quantidade de algodão orgânico produzido na China é de 0,2%. Embora o mercado de algodão chinês seja imenso, a produção doméstica luta com a concorrência de produtos importados mais baratos. Além disso, devido à sua escassez, os consumidores chineses muitas vezes desconhecem os benefícios do algodão orgânico, o que significa que a demanda é baixa.

Então, como é possível mudar o mercado em um país com tão pouca demanda e consciência?

Sherrie e Raymond da C&A China estão abordando a questão, trabalhando em conjunto para apoiar os agricultores a fazer a transição para o cultivo orgânico e criar demanda de produtos finais entre os consumidores chineses.

Apoio à transição para o algodão orgânico

Raymond está lidando com a questão na fonte – usando a educação para apoiar os agricultores na adoção da produção orgânica; fornecendo equipamentos agrícolas modernos aos participantes do programa; e garantindo uma renda contínua. A C&A paga um prêmio aos agricultores que participam do programa de algodão sustentável, mas esse processo leva vários anos para ser concluído.

Migrar os agricultores do cultivo do algodão convencional para o algodão orgânico pode ser um longo processo. Obter ampla certificação de acordo com as normas OCS ou GOTS significa que tudo, desde a qualidade do solo até os métodos agrícolas, deverá obedecer rigorosas normas. Por exemplo, pode levar até três anos para que o solo fique totalmente livre de produtos químicos nocivos.

Raymond explica: “Enquanto isso acontece, nós estamos ensinando os agricultores a adotar práticas de cultivo diferentes e parar de usar pesticidas. Os agricultores de algodão na China têm preocupação com o meio ambiente, mas precisam de determinação - precisam ter uma renda anual e não podem arcar com três anos de privação - então precisam de apoio e de segurança“.

Criação de demanda do consumidor

A forma como o algodão orgânico é cultivado é apenas parte do quebra-cabeça. Os agricultores precisam ter certeza de que existe um mercado para esse produto mais valioso. Para tanto, a C&A deve explorar as necessidades dos consumidores chineses. Como Raymond diz: “O algodão orgânico é vendido a um preço mais alto e os agricultores preocupam-se que não haverá compradores. A sustentabilidade é um assunto atual nas redes sociais, então tentamos primeiro criar a demanda de algodão orgânico“.

Sherrie usa o marketing para impulsionar a demanda do algodão mais sustentável. Sua pesquisa mostra que os consumidores estão conscientes do movimento orgânico e desejam ter um algodão mais sustentável, especialmente para seus filhos: “O algodão orgânico é visto como bom para uso infantil pois é seguro e saudável, e como forma de ajudar a melhorar o meio ambiente para as gerações futuras”.

O trabalho árduo na campanha ‘For the Planet’ de 2016 parece ter dado resultados. Sherrie conta que, entre as pessoas que responderam à pesquisa:

  • 79% dos participantes dizem que vão adotar medidas e aprender mais sobre o planeta.
  • 89% dos clientes dizem que a campanha lhes dá uma visão mais positiva da C&A.
  • 2% comprariam algodão orgânico no futuro.

Passo a passo da formação de um mercado

Raymond e Sherrie continuam a trabalhar com afinco para dar mais visibilidade ao algodão orgânico em toda a China com a ajuda de terceiros. Mudanças sistêmicas como essa não são fáceis, mas possíveis. Apesar de sua natureza imprevisível, incluindo baixos rendimentos e demanda flutuante, a mudança para o algodão orgânico é, em última instância, positiva para os agricultores.

Raymond acrescenta: “Os agricultores estão felizes. Eles estão vendo que o algodão orgânico representa um benefício ambiental, e que isso pode tornar suas vidas e suas comunidades mais saudáveis. Eles também veem a oportunidade de mercado e sentem que suas habilidades e conhecimento lhes dão uma vantagem no longo prazo”.

Será necessária a união de muitas marcas e organizações para derrubar os obstáculos ao algodão mais sustentável, incluindo a revisão da norma orgânica nacional para torná-lo mais acessível, além de educação e apoio aos agricultores. É uma transição que levará tempo, mas em última instância irá beneficiar o futuro da indústria e de todas as pessoas envolvidas.

C&A logo

You have arrived at the English language version of this site.