Algodão mais sustentável Normalizar práticas melhores para o algodão mais sustentável

Nossa meta para 2020 é que 100% do algodão que usamos seja mais sustentável. Em 2018, 71% do algodão que vendemos era algodão orgânico certificado ou adquirido como Better Cotton. Ao adquirir algodão mais sustentável, estamos normalizando as melhores práticas em todo o setor de algodão e demonstrando que é possível obter algodão 100% mais sustentável.

O algodão orgânico certificado é nossa opção mais sustentável e representa 38% do algodão que usamos. Pelo sexto ano, a C&A é a maior compradora de algodão orgânico do mundo. Jamais misturamos algodão orgânico com algodão não orgânico em nossas coleções, e nos certificamos de que todo o algodão orgânico que usamos seja certificado de acordo com as normas estabelecidas por terceiros (Organic Content Standard - OCS ou Global Organic Textile Standard - GOTS).

Algodão Orgânico Certificado

Better Cotton Initiative

Por que o foco no algodão?

O algodão é usado por quase todos, todos os dias, e apoia o sustento de 250 milhões de pessoas [FONTE: BCI]. O algodão também compõe 57% dos materiais que utilizamos em nossas roupas, então é onde podemos ter o maior impacto com as intervenções corretas.

O cultivo convencional do algodão e seus processos de produção têm um impacto muito maior do que o algodão mais sustentável:

  • Uso de água: É preciso de 2.700 litros de água para fazer uma camiseta de algodão comum [FONTE: WWF], a maioria dos quais é necessária para cultivar o algodão. O algodão cultivado organicamente precisa de 91% menos água potável do que quando cultivado convencionalmente, porque em sua maior parte é alimentado pela chuva [FONTE: Textile Exchange].
  • Uso de pesticidas: O algodão convencional usa cerca de 5% de todos os herbicidas e 16% de todos os inseticidas utilizados globalmente na agricultura [FONTE: Comitê Consultivo Internacional do Algodão]. Isso representa riscos para o meio ambiente e para a saúde dos agricultores. O algodão orgânico elimina a aplicação de pesticidas e fertilizantes sintéticos.
  • Emissões de carbono: O algodão orgânico produz 46% menos emissões de carbono do que o algodão convencional [FONTE: Textile Exchange].
  • Trabalho: O trabalho forçado e a servidão são alguns dos principais desafios na indústria do algodão. A Better Cotton tem um forte foco em garantir trabalho decente, cobrindo liberdade de associação, não discriminação, trabalho infantil e trabalho forçado, e saúde e segurança [FONTE: BCI].
  • Problemas de fornecimento: Os produtores de algodão estão se afastando do cultivo do algodão em favor de culturas mais lucrativas, como tabaco, soja ou leguminosas, em parte devido à queda dos preços do algodão e às dificuldades de acesso a sementes de qualidade [FONTE: OCA]. O cultivo de algodão mais sustentável proporciona-lhes melhor acesso aos mercados, bem como oportunidades de formação e aprendizagem para adotar práticas de produção mais sustentáveis do ponto de vista ambiental, social e econômico.

Leia mais sobre o algodão orgânico certificado

Leia mais sobre o Better Cotton

Onde o nosso algodão é cultivado

O algodão é um arbusto nativo de regiões tropicais e subtropicais de todo o mundo, incluindo as Américas, África, Egito e Índia.  Atualmente, 90% do algodão orgânico certificado usado em nossas roupas vem da Índia, onde pequenos agricultores cultivam algodão e outras culturas básicas usando práticas de agricultura orgânica.  Nos últimos anos, trabalhamos com ONGs na China para cultivar novas fontes de algodão de transição na região de Binzhou, no norte da província de Shandong.

Assim como para o algodão orgânico, usamos as fontes de algodão Better Cotton informadas por meio da Better Cotton Platform (BCP) até o nível das fiações.  Atualmente, mais de 90% de nosso algodão BCI é produzido na China, na Índia, no Paquistão, no Brasil e nos Estados Unidos, de acordo com dados fornecidos por fiadores na ferramenta BCP.

Leia mais sobre algodão orgânico certificado

Leia mais sobre algodão BCI

Nossas ações em 2018

Trabalhar rumo à nossa meta para 2020, quando planejamos que 100% do nosso algodão será mais sustentável.

Acelerar a adoção do Better Cotton em todos os nossos mercados de varejo.

Nosso desempenho em 2018

Progresso rumo à nossa meta para 2020

Aumentamos o uso de algodão mais sustentável, com 71% utilizados em todo o negócio em 2018, acima dos 67% registrados no ano anterior. Em 2019, continuaremos focados em preencher essa lacuna e chegar aos 100%, engajando toda a nossa rede de fornecimento de algodão para criar mudanças em todo o setor.

Percentual de algodão orgânico e mais sustentável (Better Cotton) no total de algodão adquirido

0% 100% 50% 2016 2017 2018 Better cotton Algodão Orgânico % do total de algodão* 33% 20% 40% 28% 38% Ano 33%

*Incluindo algodão REEL, de 2012 a 2016.

Liderança em algodão orgânico

Em 2018, a C&A foi eleita a principal compradora de algodão orgânico do mundo pela sexta vez [FONTE: Textile Exchange].

Assinatura do Cotton Communiqué do Príncipe de Gales

Em 2017, aderimos ao Cotton Communiqué do Príncipe de Gales, a primeira iniciativa de reciprocidade de padrão para algodão mais sustentável. O Communiqué, estabelecido pela Unidade de Sustentabilidade Internacional do Príncipe de Gales, em parceria com a Marks & Spencer e a Soil Association, pede que as marcas e os varejistas obtenham algodão mais sustentável e se comprometam a obter 100% de algodão sustentável até 2025.

Nossa própria meta é adquirir 100% de algodão mais sustentável até 2020. Na condição de principal compradora de algodão orgânico certificado do mundo e terceira principal compradora de algodão mais sustentável, temos a oportunidade de compartilhar nossos aprendizados com nossa indústria e incentivar a colaboração entre padrões de algodão sustentável. Para isso, contribuímos com o guia do CottonUp - apoiado pela C&A Foundation - publicando um estudo de caso sobre nossa jornada rumo a um algodão mais sustentável. O guia interativo do CottonUp aborda três grandes tópicos relacionados ao algodão sustentável: por que é importante, o que você precisa saber e fazer e como começar.

Combate às mudanças climáticas 

O algodão orgânico reduz em 46% o potencial de aquecimento global da produção de algodão [FONTE: Textile Exchange] e, portanto, é um importante componente da nossa estratégia de combate às mudanças climáticas e de como desenvolvemos nossa abordagem para atingir metas baseadas em dados científicos. 

Leia mais aqui sobre nossa ação sobre carbono e mudanças climáticas

Apoio aos trabalhadores do setor do algodão em nossa rede de fornecimento

A compra de algodão orgânico tem um impacto positivo direto na saúde e na segurança das comunidades agrícolas, que deixam de ficar expostas a produtos químicos perigosos. Temos também um histórico de tomar medidas concretas de apoio aos trabalhadores do setor do algodão, quando exigido. Há mais de 10 anos, em 2007, assinamos o Cotton Pledge para combater o trabalho forçado, com o compromisso de pôr fim à prática de trabalho forçado no setor de algodão no Uzbequistão.

Leia mais sobre como apoiamos os trabalhadores da indústria do algodão em nossa rede de fornecimento

 

Fazer com que o uso de algodão mais sustentável seja a norma

Desde o início, há mais de 10 anos, nossa jornada na direção do algodão mais sustentável tem sido um esforço multifuncional, incorporado às nossas atividades diárias. Movida por metas, abraçada pelo negócio e reportada no mais alto nível, ela constitui o compromisso fundamental da C&A. Nossos esforços vão além de nossas operações: buscamos melhorar a agricultura do algodão, a vida dos agricultores e o meio ambiente. Fazemos isso aumentando a demanda global de algodão orgânico e Better Cotton, bem como a capacitação - desde o produtor até o fabricante de roupas - em toda a nossa rede de fornecimento.

Acreditamos na criação de produtos de algodão mais sustentáveis para os nossos clientes, sem repassar custos adicionais ou dificultar a escolha para eles. 

A linha do tempo do nosso algodão mais sustentável